A grande explosão: fragmentos

R$38,00

Conheço Marcelo há mais de trinta anos. [….] Além de ser um químico competente, ele se dedicou também a vários outros interesses que aliam a cultura científica à humanística, naquela coexistência tão pouco encontradiça do que Pascal chamava de “esprit de finesse” e “esprit de géométrie”. É uma alegria encontrar pessoas que apreciam igualmente a estética de uma tragédia de Sófocles e do Segundo Princípio da Termodinâmica. Essa capacidade de ver essa beleza que se manifesta em distintas culturas é algo que muita falta faz nos tempos correntes. Galileo Galilei era matemático, físico, astrônomo, poeta e teólogo, Alexandre Borodin cultivou em toda a vida a química e a música. Oxalá exemplos assim fossem mais corriqueiros. Talvez a alteridade humana não levasse às polarizações que vemos no mundo moderno, e sim a uma disposição de entendimento e harmonia. Tenho certeza de que Marcelo compartilha dessa percepção. Seu poema A Grande Explosão é um canto nesse sentido. Nele, o autor busca conciliar as duas culturas em tons poéticos, mostrando a estética inerente à ciência, numa postura que remete a tantos clássicos da antiguidade. O resultado é muito feliz e capaz de deleitar os leitores dispostos a justapor os caminhos da literatura e da ciência. [Carlos Alberto Figueiras]

Em estoque

Simulação de frete


SKU: 1428 Categoria: